ELEIÇÕES 2012 EM CASTANHAL

Informações para nossa redação: jornalafolharegional@hotmail.com - WhatsApp: 8897 3199

domingo, 31 de agosto de 2014

PESQUISA SENSUS PARA O GOVERNO DO PARÁ



A Pesquisa do Instituto Sensus, aponta que se as eleições para o governo do Pará fossem hoje, Simão Jatene (PSDB) venceria o primeiro turno com 37,9% das intenções de voto, na estimulada. Helder Barbalho (PMDB) ficaria em segundo lugar, com 36,9% dos votos. 
Na sequência aparecem os nomes de Zé Carlos do PV, com 1,1%; Marco Carrera (PSOL), com 1%; Marco Antônio (PCB), com 0,9%; e Elton Braga (PRTB), com 0,6%. Os indecisos somam 15,3% e os que responderam votar em branco ou nulo chegam a 6,3%.

A sondagem ainda revela que Simão Jatene seria reeleito governador do Pará na simulação do segundo turno, com 40,5% das menções de voto. Helder Barbalho ficaria em segundo lugar, com 38,8% das intenções. O percentual dos que ainda não decidiram o seu voto é de 13,7%, enquanto os que vão votar branco ou nulo é de 7%. 
Fonte: ORM News

Nota da Folha Castanhal:
Com esse cenário de empate, tudo pode acontecer! Ninguém pode prever os próximos capitulos das eleições no Pará. O que podemos conjecturar nesse momento é que os petistas preocupados com a eleição de Dilma Rousseff, podem municiar com mais investimentos as candidaturas nos estados que apoiam a reeleição da presidenta, aqui no caso, Helder Barbalho. Por outro lado, os peemedebistas paraenses sabem que estes investimentos são bem vindos, desde que Dilma Rousseff não venha trazer pessoalmente, pois sua figura em nada vai garantir mais votos ao filho do senador Jader Barbalho.

Simão Jatene poderia estar bem melhor se sua decisão de concorrer a reeleição não demorasse tanto e agora paga o preço. Ocorre que Jatene entrou literalmente há um pouco mais de um mes e vem demonstrando crescimento na reta final, que é o conta verdadeiramente nas campanhas eleitorais. Enquanto a maior estratégia de Hélder é o ataque, Jatene por enquanto vai de prestação de contas. Ninguém se engane no entanto que os tucanos não vão mostrar o que Helder fez ou deixou de fazer quando prefeito de Ananindeua.A gora é correr atrás dos mais de 15% dos indecisos.